Muitas vezes, pela pressa ou até por pena de jogar o restinho do café fora, as pessoas costumam esquentar o que sobrou. Você sabia que, além de fazer a bebida perder boa parte do seu aroma e sabor, essa prática pode fazer mal para a saúde e gerar problemas como mal- estar, azia, dor de cabeça, enjoo e dor de estômago?

Por isso, não é recomendado requentar o café no micro-ondas, deixá-lo em cima das chapas das cafeteiras elétricas e nem armazenar em garrafas térmicas por várias horas. O ideal é fazer a quantidade a ser consumida na hora.

Os problemas que o café requentado traz a saúde se devem à oxidação. Quando o grão entra em contato com água quente, sua oxidação ocorre duas vezes mais acelerada. Então, o ideal é tomar a bebida logo após o preparo. Quando fica na garrafa térmica, o café não para de oxidar – e se o café já está adoçado, o estrago pode ser ainda maior.

A oxidação do café o torna mais ácido e isso é prejudicial ao estômago e intestino (por isso ele pode gerar todos os sintomas já citados). Em resumo: prefira o café fresquinho, passado na hora. Leva apenas alguns minutos e, além de fazer bem pra saúde, você vai ter uma bebida muito mais rica em sabores e aromas do que o café que fica horas na garrafa térmica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *